Site desenvolvido pela Seção de Afetos Negativos e Processos Sociais (SANPS), UFRGS, Porto Alegre, Brasil. sanps.ufrgs@gmail.com

Hiperatividade/Impulsividade

Enquanto quase todas as crianças podem apresentar um padrão de hiperatividade ou impulsividade, especialmente as muito jovens, algumas tendem a ter problemas importantes em controlar o nível de atividade e os impulsos.

 

A hiperatividade é caracterizada pela atividade física excessiva,

inquietação constante, sendo incapaz de permanecer imóvel mesmo em situações em que isso é esperado, inquietude e mexendo-se muito, incapacidade de realizar atividades ou brincadeiras em silêncio, falar demais, correr ou escalar quando não for apropriado.

 

A impulsividade refere-se à dificuldade em retardar uma ação ou resposta mesmo quando se sabe que essa ação terá consequências negativas. O aluno tende a preferir uma gratificação imediata menos vantajosa em detrimento de uma atrasada mais vantajosa. Ela se manifesta como dificuldade em esperar a vez de falar, em jogos e atividades lúdicas ou atravessar a rua. Como uma tendência a agir sem pensar, respondendo precipitadamente às perguntas, independentemente de sua precisão.

Como diferenciar hiperatividade e impulsividade normais daquelas que são um problema de saúde mental?

  • Quando há persistência dos sintomas em vários locais (escola, em casa, etc) e ao longo do tempo (vários meses);

  • Quando o conjunto de sintomas não tem  desencadeamento após um evento psicossocial específico (ex. separação dos pais);

  • Quando o número dos sintomas ou a intensidade deles causam prejuízo significativo na vida da criança.

O que podemos fazer para ajudar alguém com hiperatividade / impulsividade?

  • Ser pró-ativo: antecipar as possíveis dificuldades de aprendizado que possam surgir ou elementos distratores em sala e estruturar as soluções.

  • Utilizar técnicas auditivas e visuais para sinalizar transições ou mudanças de atividades. Ex: falar em voz alta e fazer sinais com as mãos para lembrar a mudança de uma atividade para outra, ou do término da mesma.

  • Permitir que o aluno se levante em alguns momentos, previamente combinados entre ele e o professor. Alunos com hiperatividade necessitam de alguma atividade motora em determinados intervalos de tempo. Ex: pedir que vá ao quadro apagar o que está escrito, solicitar que vá até a coordenação buscar algum material, etc., ou mesmo permitir que vá rapidamente ao banheiro ou ao corredor beber água.

Que atitudes podem atrapalhar?​

  • Ignorar a condição do aluno, não valorizando suas particularidades;

  • Expor a condição de hiperatividade do aluno diante dos demais colegas.

  • Black YouTube Icon
  • Preto Ícone Twitter