Site desenvolvido pela Seção de Afetos Negativos e Processos Sociais (SANPS), UFRGS, Porto Alegre, Brasil. sanps.ufrgs@gmail.com

Isolamento social

Algumas crianças gostam de passar um tempo sozinhas e não ter contato com outras crianças. No entanto,  quando passam quase todo o tempo sozinhas, sem ter amigos ou nenhum tipo de conexão com pares pode representar uma situação de alerta para problemas no desenvolvimento saudável.

 

O isolamento social, em geral, é um comportamento que pode ser uma consequência de diversos dos outros problemas como:

  • Bullying - está isolada pois está sofrendo bullying por outras crianças;

  • Timidez excessiva - está isolada pois tem vergonha de se aproximar de outras crianças;

  • Tristeza, Desânimo ou Perda de Prazer - está isolada pois tem muita tristeza, desânimo ou perda de prazer e não tem vontade de estar com as pessoas que antes estava conectada;

  • Irritabilidade - está isolada pois está com dificuldade de conviver com outras crianças que acabam tendo que “pisar em ovos” para conviver com ela;

  • Agressividade e Problemas com Regras - está isolada pois tem problemas em respeitar as regras da escola ou acaba se envolvendo em brigas com outras crianças;

  • Desatenção, Hiperatividade e Impulsividade - está isolada pois seu comportamento desatento, hiperativo ou impulsivo afasta as outras crianças;

  • Uso de álcool e Drogas - está isolada pois usa drogas;

 

O primeiro passo para ajudar uma criança isolada é tentar entender o motivo pelo qual o isolamento está ocorrendo. Atuar nos motivos pode ser uma forma efetiva de entender e ajudar o que a criança está sentindo.

 

De qualquer forma, estimular formas de contato social através de atividades, pode ser uma forma eficiente de ajudar qualquer criança.

  • Black YouTube Icon
  • Preto Ícone Twitter